Fumar prejudica imunização dos vacinados com a Pfizer

Em meio ao agravamento da pandemia em todo o planeta, todas as pessoas vacinadas e não vacinadas ainda correm riscos de contaminação e isso vai depender da rotina de cada um. Os fumantes, no entanto, podem estar sob risco de respostas imunológicas mais baixas a algumas vacinas contra o novo coronavírus, segundo pesquisadores japoneses.

Em um estudo preliminar com 378 profissionais de saúde, com idades entre 32 e 54 anos, pesquisadores analisaram os níveis de anticorpos induzidos pela vacina de mRNA da Pfizer, usando amostras de sangue obtidas cerca de três meses após a segunda dose.

Segundo os estudos anteriores, os participantes mais velhos tinham níveis mais baixos de anticorpos. Depois de levar em conta a idade, os únicos fatores de risco para níveis mais baixos de anticorpos foram sexo masculino e tabagismo.

Para os cientistas, a diferença de gênero pode estar ligada a incidência de um maior número de homens tabagistas, já que a taxas de tabagismo era duas vezes mais altas nos homens do que em mulheres.

O estudo foi publicado essa semana no medRxiv, no periódico os pesquisadores relataram que os níveis de anticorpos eram mais elevados em ex-fumantes do que em fumantes atuais, o que “sugere que a cessação do tabagismo reduz o risco de um nível mais baixo de anticorpos”.

Diário Online.

WhatsApp CEF (45)99102-5516 – Canal direto com nossa redação – Envie sua solicitação e a nossa equipe irá atender você.

Participe do grupo do Portal Catanduvas em Foco no WhatsApp e receba todas as notícias em primeira mão no seu celular, para participar é muito fácil, entre em contato com o CEF através do nosso WhatsApp (45)99102-5516 e envie a mensagem, QUERO PARTICIPAR DO GRUPO, em poucos minutos você estará recebendo todas as notícias com exclusividade em seu celular.