Itália volta a um grande torneio depois de cinco anos e abre a maior Eurocopa da história

Se há um país que sofreu mais que os demais com o adiamento da Eurocopa, foi a Itália. Um ano mais de espera. De ansiedade por ver a Azzurra de volta a um grande torneio. Cinco anos sem jogar uma competição de peso é muito para uma seleção tetracampeã mundial. Mas essa agonia acaba nesta sexta. Diante da Turquia, os italianos vão abrir a maior Euro de todos os tempos.

Turquia x Itália tem transmissão do SporTV e acompanhamento em tempo real no ge a partir das 16h (de Brasília).

Turquia e Itália estão no Grupo A, que tem também Suíça e País de Gales. A Eurocopa 2020 começa em junho de 2021 e você sabe por quê. A pandemia do novo coronavírus adiou os planos da Uefa de fazer uma grande festa do futebol em 12 países do continente. Mas o torneio vai acontecer. Agora, em 11 nações

Todos os jogos terão público. Em alguns países, as restrições são maiores. Munique é a sede que vai receber menos torcedores: 14,5 mil. Budapeste, na Hungria, vai ter lotação máxima e pode contar até com 61 mil pessoas por jogo. O palco da estreia, Roma, vai contar com 16 mil torcedores.

A Itália ficou fora da Copa do Mundo de 2018 e se viu longe de um grande torneio pela primeira vez em 60 anos. Por isso, a Euro tem um sabor diferente para a Azzurra. O capitão Chiellini admitiu que a dor por ter ficado fora do Mundial acompanha a seleção.

– Nossa vontade é de vingar aquela derrota de Milão, de novamente sermos protagonistas em um grande torneio. Aquela derrota (para a Suécia, na repescagem da Copa) permanece dentro e jamais poderemos cancelar. Transformamos essa desilusão em empolgação. É muita vontade de fazer bem. E não vemos isso só entre nós, mas entre amigos, pessoas. Todos estão fazendo crescer este sentimento em toda Itália. Não vemos a hora de ir a campo e viver estas emoções todos juntos – comentou o experiente zagueiro da Juventus.

O artilheiro Immobile ganha um afago no treino da Itália: Chuteira de Ouro de 2019/20, atacante da Lazio é esperança de gols da Azzurra — Foto: Ettore Ferrari/EFE

Os italianos estão esperançosos com o desempenho da equipe desde que o técnico Roberto Mancini assumiu o time. São 27 jogos sem perder. A caminhada rumo à Euro foi perfeita, com 10 vitórias em 10 jogos. O time está entre os quatro finalistas da Liga das Nações. E venceu as três primeiras rodadas das eliminatórias para a Copa.

Embora seja tetracampeã mundial, a Itália não tem o mesmo protagonismo na Euro. Foi campeã em 1968, seu único título, e vice duas vezes: em 2000, para a França, e em 2012, para a Espanha.

A Turquia é uma das seleções que podem surpreender. Fez campanha sólida nas eliminatórias para a Euro e venceu até a França em 2019. Neste ano, bateu a Holanda por 4 a 2 e passou pela Noruega de Haaland por 3 a 0 no início das eliminatórias da Copa.

O time é comandado por Senol Günes, que levou a equipe às semifinais da Copa do Mundo em 2002. E conta com os gols do veterano artilheiro Burak Yilmaz, de 35 anos, principal nome do campeão francês Lille. Günes cita sua experiência na Copa da Coreia e do Japão sempre que pode para motivar os turcos.

– Eu não diria que somos os favoritos deste grupo, mas espero que no fim sejamos o vencedor. Espero encarar a Itália na final do torneio. Lembro quando isso ocorreu contra o Brasil na Copa de 2002. É muito bom pois os times já se conhecem. Acho que aprenderemos muito com o jogo. Posso dizer que todos meus 26 jogadores estarão prontos. Queremos que seja um jogo bonito. O futebol é um esporte que ensina bastante. Espero que todos assistindo se divirtam – declarou.

A Itália não vai deve contar com um de seus principais jogadores, Verratti. O meio-campista do PSG ainda se recupera de uma lesão no joelho direito. Pellegrini, meia da Roma, foi cortado na última quinta após uma lesão na coxa.

Prováveis escalações:

TURQUIA: Uğurcan Çakır; Zeki Çelik, Merih Demiral, Çağlar Söyüncü, Umut Meraş; Okay Yokuşlu, Ozan Tufan, Hakan Çalhanoğlu, Cengiz Ünder, Kenan; Burak Yılmaz
Técnico: Senol Günes

ITÁLIA: Donnarumma; Florenzi, Bonucci, Chiellini, Spinazzola; Barella, Jorginho, Locatelli; Berardi, Immobile, Insigne
Técnico: Roberto Mancini

Ge/globo.com

WhatsApp CEF (45)99102-5516 – Canal direto com nossa redação – Envie sua solicitação e a nossa equipe irá atender você.

Participe do grupo do Portal Catanduvas em Foco no WhatsApp e receba todas as notícias em primeira mão no seu celular, para participar é muito fácil, entre em contato com o CEF através do nosso WhatsApp (45)99102-5516 e envie a mensagem, QUERO PARTICIPAR DO GRUPO, em poucos minutos você estará recebendo todas as notícias com exclusividade em seu celular.