Em Boa Vista da Aparecida, Vereadores vão abrir comissão de investigação contra o prefeito

A notícia do flagrante de envolvendo o prefeito de Boa Vista da Aparecida, Leonir dos Santos, pego transportando seis galos de rinha no porta-malas de um carro oficial do Município, se espalhou pelo Estado e continua sendo o assunto entre os moradores do município.

O caso tem o agravante dos mais de 13 mil já pagos em multas aplicadas no Jetta, em vários locais do Brasil também gera indignação. Excesso de velocidade, ultrapassagem em local proibido e até direção sob influência de bebidas alcoólica estão na lista.

O caso já está no MP (Ministério Público) que instaurou um procedimento para investigar as circunstâncias do flagrante feito no Rio Grande do Sul. Detalhe é que o veículo apreendido já é conhecido da Promotoria.

Ano passado, o MP entrou com uma ação questionando a compra do veículo, que custou R$ 124 mil.

A promotoria acusou direcionamento na licitação devido a exigências no edital, com vários itens de luxo. Entre eles, banco de couro e aquecimento, retrovisores aquecíveis, teto solar, ar condicionado automático digital e acesso a veículo sem uso de chave.

A Justiça chegou determinar, em decisão liminar, o bloqueio de R$ 248 mil do prefeito e do chefe de gabinete.
Na prefeitura, a informação é de que o prefeito ainda não retornou para Cidade, no entanto o veículo já foi liberado após terem sido pagas as pendências.

EPC

WhatsApp CEF (45)99102-5516 – Canal direto com nossa redação – Envie sua solicitação e a nossa equipe irá atender você.

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp