Mulher diz que odeia negros e ataca cliente de banco

“Sou a maior racista do planeta Terra, odeio a raça negra! Vocês são bandidos, ladrões”. A fala de cunho racista foi proferida por uma mulher, e registrada em vídeo, em uma agência bancária de João Pessoa (PB), nessa quarta-feira (14). As agressões verbais foram dirigidas ao guia turístico Daniel Lima, que registrou boletim de ocorrência no mesmo dia. A mulher chegou a ser detida, mas foi liberada após pagar fiança de R$ 350.

Daniel contou que foi até a agência bancária para realizar um depósito e, enquanto fazia o procedimento, a mulher estava na fila ao lado. “Ela perguntou porque o banco havia fechado com alguém da raça negra”, relata. A mulher fazia referência a uma pessoa negra que estava em um cartaz de propaganda da agência. Segundo boletim de ocorrência, ela também teria dito que o homem deveria “estar na senzala”.

“Ela começou a fazer insultos e perguntei o que houve. Ela disse: você é um negro bandido, você é um negro safado”, disse o homem sobre as agressões verbais sofridas. Daniel é guia turístico nas praia do litoral Sul da Paraíba. “Todo mundo tem o sangue vermelho, somos seres humanos, temos família, a gente chora, sente dor”, desabafa Daniel.

A agressora ainda não prestou depoimento no momento do flagrante, por estar descontrolada. E, segundo uma pessoa que estava junto com ela, a mulher teria problemas psicológicos, mas nenhum laudo foi apresentado.

Racismo x Injúria racial

A injúria racial consiste em ofender a honra de alguém valendo-se de elementos referentes à raça, cor, etnia, religião ou origem. Já o racismo atinge uma coletividade indeterminada de indivíduos, discriminando toda a integralidade de uma raça. Ao contrário da injúria racial, o crime de racismo é inafiançável e imprescritível.

MidiaNinja.