Mulher era mantida em cárcere privado por 3 anos em Quedas do Iguaçu

Nesta segunda-feira (3), por volta das 12h10min, compareceu a Sede da 2ª Cia/PM em Quedas do Iguaçu, uma senhora, a qual relatou que sua irmã vem sofrendo agressões, ameaças e mantida em cárcere privado pelo seu amásio. Diante do fato a equipe deslocou juntamente com a solicitante até a residência da vítima.

No local foi feito contato com a mulher, a qual confirmou o relato da solicitante. Indagada a vítima se possuía arma de fogo na residência, a mesma afirmou que seu amásio possui uma espingarda e que a arma estaria no quarto do casal, sendo franquiada a entrada na residência
conforme Termo de Autorização de Busca Domiciliar, foi localizado uma espingarda sem marca aparente, de calibre 32mm, 3 cartuchos deflagrados e material de recarga (espoleta, chumbo, pólvora).

A vítima relata que seu marido lhe fez ameaças com a arma, dizendo que se ela deixasse-o ele a mataria. A vítima foi acolhida pela equipe e se deslocou com os policiais até a sede da 2ª Cia/PM para confecção do Boletim de Ocorrência, posteriormente foi encaminhada até a Delegacia de Polícia Civil juntamente com arma para as providências cabíveis. A vítima requer medida protetiva pois preza pela integridade física dela e de seu filho de dois anos de idade. Relata que esta situação perdura por cerca de três anos. Foi feito contato com o CREAS, o qual irá acompanhar a situação.