Pedreiro encontra cabeça humana dentro de saco de ração

Uma cena de filme de terror para um pedreiro que trabalha na reforma de uma casa, na rua Centenário, região da Vila Bancária, em Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba. Ele encontrou uma cabeça humana dentro de um saco de ração, na manhã desta quinta-feira (30). A Polícia Científica esteve no local e o perito avaliou a situação como “impactante”. Embora necessite de exames que confirmem mais detalhes, a suspeita é que a cabeça seja de uma pessoa jovem, com cerca de 20 anos.

De acordo com a Polícia Militar (PM), a cabeça humana foi encontrada por um pedreiro que trabalha na reforma de uma casa: ela estava dentro de um saco de ração, em frente ao muro dessa casa. O que teria chamado atenção do trabalhador é que havia sangue escorrido na calçada.

O capitão Paulo, comandante da 3ᵃ Cia do 17° BPM, disse que, a princípio, a cabeça parece ser de um homem. “Local tranquilo, área nobre da cidade, e a equipe por volta das 8 horas foi acionada para atender essa ocorrência. É uma cabeça humana, a princípio do sexo masculino, dentro de um saco de ração”, disse ele.

Ainda, segundo o capitão, o crime aconteceu há poucas horas. “É um crime recente, provável que tenha ocorrido de madrugada. Na sequência, virá uma outra chamada para o corpo. Temos informações de um rapaz desaparecido, mas a Polícia Civil deverá investigar”, garantiu.

A Polícia Científica foi acionada e o perito Jerry Gandin disse que, apesar de se deparar com inúmeras cenas de crime, essa é realmente impactante. “Tem só a cabeça com alguns cortes com aparentemente um objeto cortante na nuca, que mostra uma degola. Não sabemos se ele morreu em decorrência disso ou se foi feito depois a decapitação, é preciso avaliar. É uma pessoa jovem. Não está em estado de putrefação, parece ser recente. Realmente, uma cena impactante”, finalizou.

IML
A cabeça humana foi recolhida pelo Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba. Exames complementares serão feitos na tentativa de identificar a vítima.


Banda B