Afegã de 16 anos vinga morte dos pais e mata talibãs com fuzil

A adolescente afegã Qamar Gul , de 16 anos, atirou e matou três talibãs em um ato de vingança, após o grupo assassinar seus pais na província de Ghor, no Afeganistão. O episódio violento aconteceu na madrugada da última sexta-feira (17), após 40 talibãs invadirem a vila de Geriveh, onde a jovem vivia com a mãe, o pai e o irmão de 12 anos.

Os militares entraram na casa de Qamar em busca do pai, que seria um dos apoiadores do governo local, oponente aos talibãs.

A mãe da garota ao ver que os homens estavam armados, não quis abrir a porta e foi a primeira a morrer. O pai de Qamar morreu em seguida e a jovem reagiu com um fuzil AK-47 , matando três e ferindo outros.

Qamar e o irmão Habibullah, de 12 anos, confrontaram os talibãs em uma troca de tiros que durou cerca de uma hora. O tiroteio se encerrou quando pessoas do vilarejo e homens de milícias pró-governo intervieram contra os talibãs.

Qamar e Habibullah foram levados para um lugar seguro, localizado na capital da província, após sobreviverem.

Notícias do Último Segundo