Homem se recusa colocar máscara para entrar em lanchonete e agride funcionário que seguia as regras

Casos de violência por ignorância em relação as medidas protetivas contra o coronavírus tem aumentado. Agora, em Hong Kong, um funcionário do McDonald’s foi agredido pelo mesmo motivo. O agressor foi preso.

De acordo com informações confirmadas por testemunhas, o homem chegou ao restaurante acompanhado de uma namorada. Ambos estavam sem máscaras. O funcionário em questão alertou os dois sobre a obrigatoriedade do uso da máscara.

Vídeos mostram que o caso evoluiu muito rapidamente. Enquanto a suposta namorada tenta acalmar o agressor, o funcionário nem parece acreditar que algo pudesse realmente acontecer, até que começa a ser atingido.

O agressor avança ao balcão e invade a área restrita a funcionários. Ele segue atingindo o funcionário com socos e empurrões, até que o homem cai no chão e começa a receber chutes. Outros clientes ficam atônitos com a cena.

A polícia foi chamada, mas o agressor já havia fugido do local. O homem fugiu acompanhado da namorada usando um carro que estava estacionado próximo a lanchonete. A polícia identificou o proprietário do veículo, mas não era a mesma pessoa.

O funcionário, identificado como Luo Nan, foi levado ao hospital com ferimentos no rosto. O McDonald’s lamentou o caso e reforçou que pessoas sem máscaras não serão atendidas no interior de suas lojas.

A China voltou a adotar medidas de distanciamento social como forma de conter um possível novo surto de coronavírus, com isso os estabelecimentos estão autorizados a negar atendimento para quem descumprir as regras.

Minuto Notícia