A “banana” que governadores e prefeitos terão de descascar

Em meio a crise que assola o mundo com a proliferação do COVID-19, eis que surge na noite de terça-feira (24) o pronunciamento do presidente do Brasil Jair Bolsonaro. Enquanto todos esperavam um discurso que poderia dar um norte aos governadores e prefeitos do País para conter o Coronavírus, o encaminhamento do presidente foi na contramão do que está sendo feito no momento. Passando assim, a “banana” para que governadores e prefeitos descasquem.

PRONUNCIAMENTO

O presidente Bolsonaro, colocou em xeque toda uma estratégia que ora estava sendo construída nos estados e municípios. Medidas tomadas por governadores e prefeitos do País, passaram a ser discutidas de formas diferentes. Parar tudo o que governadores e prefeitos fizeram e estão fazendo e seguir o que determinou o presidente? Ou continuar com as estratégias de não colocar a população nas ruas e assim evitar o aumento da pandemia do Coronavírus?

RESULTADO I

Seja qual for o resultado futuro das medidas tomadas até agora, o desencontro de informações e estratégias governamentais aconteceram. Quem será o culpado disso tudo?

RESULTADO II

Se nossos gestores e representantes não acatarem o que disse o presidente em seu pronunciamento, a responsabilidade de parar os estados e municípios não será mais de Bolsonaro. Passa a responsabilidade do colapso econômico aos governadores e prefeitos. Assim a “bucha” do caos econômico fica para os Governos Estaduais e prefeitos. Então a pergunta é: O que fazer em uma situação dessas? Quem pagará essa conta sendo ela política ou econômica?

Luiz Nardelli/Catve.com